Ceará tem 12 açudes sangrando neste domingo; Açude de Itapajé atinge 94% de sua capacidade

Chegou a 12 o número de açudes sangrando no Ceará neste domingo (1º), conforme observado no Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Além destes, outros seis estão com o volume acima dos 90%. Todos ficam localizados na Região Norte do Estado e no Maciço de Baturité.

As precipitações vem ajudando o aporte hídrico do Estado. Em fevereiro, as chuvas ficaram 64,1% acima da média, segundo dados preliminares da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Para o período, a normal climatológica é de 118,6 milímetros, tendo sido observado 194,7 mm até esta sexta-feira (28).

O balanço mensal vai ao encontro do cenário indicado pela Funceme no prognóstico climático divulgado em janeiro que, além de apontar 45% de chances de precipitações acima da média para todo o trimestre de fevereiro a abril, já afirmava que o primeiro mês da quadra chuvosa poderia ser chuvoso.

Precipitações

Mesmo com o início de quadra chuvosa, Meiry Sakamoto, gerente de Meteorologia da Funceme, adverte que ainda é muito cedo para fazer uma avaliação.

“Os grandes reservatórios como Castanhão e Orós já devem ter começado a receber os primeiros volumes de água; mas para recuperá-los, vai ser preciso que a estação seja chuvosa de fato. E mais do que isso, que as precipitações ocorram nos lugares certos e nos momentos certos”, finaliza a gerente de Meteorologia da Funceme.

Reservatório com volume acima de 100% da capacidade:

Gameleira (102,1%)

Tucunduba (101,38%)

Quandu - (101,26%)

Itapebussu (109,59%)

Itaúna (100,87%)

Jenipapo (100,08%)

Sâo Vicente (100,12%)

Acaraú Mirim (103,64%)

Tijuquinha (100,27%)

Acarape do Meio (100,99%)

Germinal (100,55%)

São Pedro Timbaúba (100,43%)

Acima de 90%

Outros seis açudes do Estado estão com a capacidade acima de 90%. São eles:

Gangorra (94,84%)

Angicos (90,86%)

Várzea da Volta (99,24%)

Diamantino II (90,99%)

Sobral (99,52%)

Itapajé (94,49%)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *